Advertisements

Agente de Brasília cobra R$ 1,4 milhão do São Paulo pela transferência de Gustavo Maia ao Barcelona

No dia 01 de maio de 2008, o agente Écio Antunes Morgado, radicado em Brasília/DF, assinou contrato de parceria com o São Paulo, que comprometeu-se a pagar 5% sobre eventuais negócios futuros de jogadores por ele indicados ao clube.

Juvenal Juvêncio era o presidente e Leco o diretor de futebol.

Entre os jogadores levados ao Tricolor nesse contexto, estava Gustavo Maia, que teve 70% de seus direitos negociados pelo Tricolor ao Barcelona por R$ 28,5 milhões.

Por conta disso, em 14 de agosto, Écio notificou a diretoria do clube para, no prazo de 48 horas, pagar-lhe o combinado: R$ 1,4 milhão.

O São Paulo deu de ombros.

Diante disso, não restou alternativa ao intermediário se não a de mover, através do escritório da advogada Gislaine Nunes, procedimento judicial de cobrança, distribuído, desde anteontem, à 2ª Vara Civil do Butantã.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: