Advertisements

Santos dá calote em empresa de segurança e é cobrado na Justiça

Desde 2010 prestando serviços de segurança a todos os setores do Santos Futebol Clube, a empresa ‘Yaman Serviços’, do empresário Eduardo de Pinho Freire, ingressou, no último dia 10, com ação de cobrança contra o clube, na 4ª Vara Civil do Município.

O valor do calote é de R$ 31.142,13.

Segundo a empresa, a partir de dezembro de 2017, o Peixe nunca mais pagou em dia e, quando pagava, ignorava juros e demais correções previstos em contrato.

Ontem (19), o juíz Frederico dos Santos Messias ordenou a citação do clube.

Vale lembrar, observando-se a inicial do processo, que a referida inadimplência deu-se, apenas, durante a gestão do atual presidente, José Carlos Peres.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: