Advertisements

Ex-Presidente do Conselho Fiscal do Corinthians sofre dura derrota judicial para o Blog do Paulinho

André Negão e Osmar Basílio

“Considerou o Querelante (Osmar Basílio) ofensiva à honra do Reitor a expressão ‘falta de ética e compostura’, mas não negou ter franqueado o auditório da Faculdade Drummond para a exposição da candidatura a vereador de André Negão – que, na imprensa, realmente, foi indicado como suspeito de receber propina da Odebrecht”


Recentemente, o ex-presidente do Conselho Fiscal do Corinthians, Osmar Basílio, concomitantemente ao ofício de avaliar as contas da gestão Andres Sanches, a ele se aliou e conseguiu uma ‘boquinha’ na Arena de Itaquera, lugar em que inaugurou uma sub-sede da UniDrumond.

Logo depois, diante da repercussão, entregou o cargo, como se isso amenizasse a aparente promiscuidade.

Hoje em dia, relatos, sob sigilo, de quase todos os conselheiros fiscais do clube dão conta de que Basílio entregava-lhes o parecer concluído antes mesmo da avaliação dos documentos, pressionando-os a assiná-los.

Difícil duvidar.

É fato que, tão somente após a sua saída, os balancetes de Sanches foram reprovados.

Crítico desse tipo de comportamento, o Blog do Paulinho expôs as facilidades comerciais que Basílio recebia do Corinthians através de sua ligação estreita com cartolas alvinegros, alguns associados à criminalidade.

Inconformado, o ex-Presidente do Conselho Fiscal processou-nos, chegando ao desplante de pedir ‘prisão preventiva’ e até ‘quebra de sigilo telefônico’, cuidado que não teve com os marginais que o cercavam.

Obviamente, a Justiça não atendeu a nada disso e ainda impôs-lhe, em duas instâncias, a derrota processual.

Na última, inclusive, com parecer do próprio Ministério Público pela absolvição.

Deste documento, destacamos trecho que resume bem o comportamento de Osmar Basílio com as pessoas complicadas do Corinthians:

“Considerou o Querelante (Osmar Basílio) ofensiva à honra do Reitor a expressão ‘falta de ética e compostura’, mas não negou ter franqueado o auditório da Faculdade Drummond para a exposição da candidatura a vereador de André Negão – que, na imprensa, realmente, foi indicado como suspeito de receber propina da Odebrecht”

“Houve, pois, crítica acirrada sobre Osmar, como dirigente daquela Faculdade, propiciar espaço para encontro entre estudantes universitários, funcionários da instituição e políticos acusados de prática delituosas”

“Tão só”.

“Crítica sobre se franquear espaço em Faculdade para divulgação de político, ‘sem ficha limpa'”

É nesse contexto que as contas do Corinthians estavam sendo avaliadas nos últimos anos, o que justifica, evidentemente, o caos financeiro e as obscuridades (entre as quais os acordos comerciais de Basílio com o Timão) que precisam, o quanto antes, serem reavaliados.

Osmar Basilio e Andre Negão

 

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: