Advertisements

Cartolagem do Corinthians comemora aprovação de PL desmoralizador do futebol

Ontem (17), a Câmara aprovou Projeto de Lei com diversas facilidades concedidas aos clubes de futebol, principalmente aos que aderiram ao PROFUT.

Entre as molezas, está a desobrigação de publicar e prestar contas, além da suspensão do refinanciamento de impostos, até seis meses após o término da pandemia.

Ou seja, está liberado o caos financeiro.

Se confirmada pelo Senado e, posteriormente, sancionada pelo Presidente da República, a lei beneficiará, de cara, os atuais gestores do Corinthians, que, por atrasarem não apenas as parcelas do PROFUT, como também a votação dos balanços, corriam risco de afastamento de seus cargos.

Para o bem deles, e também dos demais cartolas, o texto alterou dispositivo da Lei Pelé que previa afastamento imediato de dirigentes e anulação dos atos praticados por eles se tivessem as contas reprovadas em seus clubes.

Agora, segundo o projeto aprovado, isso só ocorrerá após o trânsito em julgado do processo administrativo ou judicial.

Traduzindo: quando já estiverem fora de seus cargos.

Começam a ficar mais claros os motivos pelos quais, aparentemente, com informações privilegiadas, os líderes de órgão fiscalizadores do Timão (Conselho, CORI, etc) trabalharam pelo adiamento das votações de contas alvinegras.

Os jogadores, ao contrário da cartolagem, se deram mal: viram reduzido o prazo mínimo de contrato de três para apenas um mês, além da extinção do repasse de 0,8% de suas negociações à FAAP, dinheiro utilizado para socorrer profissionais em situação precária na profissão.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: