Advertisements

Bolsominion pratica homofobia contra professor de dança do São Paulo e é processada

Em 31 de outubro de 2019, a bolsominion Bruna Arronilas de Leo estava na sede do São Paulo Futebol Clube quando postou um vídeo com ofensas homofóbicas contra Valter Manoel Cardoso, professor de dança do clube.

O texto dizia:

“(…) to saindo aqui do clube, da massagem, e aí eu peguei a saída da ginástica, e aí eu tava reparando, as mulher tudo a perigo, tipo mulherada assim de 50 alto, tudo a perigo, e o clube contrata uns professores dançarinos tudo bicha, tudo viado, com uns bundão, que fica tudo rebolando e mulherada louca, achando que aqueles caras vai dar liquidez só que aquele cara gosta de piroca, você entendeu?”

“Então o clube gasta uma puta de uma grana com uns professor viado e umas velhas querendo dar pro professor viado. Gente, to besta”

Em defesa, Bruna alegou ser ‘YouTuber’ de stand Up Comedy, apesar do canal dela, o “Eu queria ser Amélia”, local em que a ‘obra prima’ foi postada, mas, por conta da ação judicial, posteriormente apagada, possuir pouco mais de mil seguidores.

Disse também que os termos ‘bicha’ e ‘viado’ são de uso comum entre homossexuais.

Para evitar condenação, a bolsominion enviou pedido de desculpas ao São Paulo e também ao professor, que não aceitou.

O processo, por conta disso, segue tramitando na Justiça de São Paulo.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: