Advertisements

São Paulo terá que pagar R$ 5 mil a Presidente do MMT por ação de execução descabida

Sergio Orlando Santoro, presidente do MMT

Em 2012, no auge do litígio entre São Paulo e MMT (Movimento Morumbi Total), ONG que acusava o clube de fraude na doação do terreno em que hoje se localiza o estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Tricolor ingressou com ação de execução contra Sérgio Orlando Santoro, presidente do grupo.

O valor: R$ 50 mil.

Tratava-se de equivocada interpretação de uma matéria em que o Blog do Paulinho citava trechos de uma conversa informal com Santoro, então, proibido pela justiça de conceder entrevistas sobre o caso.

O São Paulo entendeu que houvera afronta à decisão judicial e decidiu executar a multa prevista pelo suposto descumprimento.

Dois anos após, a 1ª Vara Civel do Butantã deu ganho de causa a Santoro, condenando o clube a indenizá-lo em R$ 5 mil.

Impetrado recurso pelo Tricolor, o caso se arrastou até a última quinta-feira (23), quando a Justiça, após indeferir novamente o pedido, ordenou imediato pagamento da quantia ao gestor do MMT.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: