Advertisements

Tribunal do futuro

Da FOLHA

Por RUY CASTRO

Chamar Bolsonaro de irresponsável não é correto; ele será o grande responsável por tudo

Há uma sensação de que, se Jair Bolsonaro não for amarrado a uma árvore e amordaçado antes de tomar mais medidas desastrosas, o custo em vidas —pessoas que não precisariam nem ter sido infectadas e que morrerão— será incalculável. Mas, um dia, essas vidas terão de ser calculadas. Todos os membros do governo que, por atos ou palavras, se opuseram à política de isolamento social e contribuíram para a disseminação do coronavírus serão obrigadas a pagar por isso.

Entre esses, deverão incluir-se o senador Flávio Bolsonaro e o ministro da Destruição do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Eles postaram um vídeo do dr. Drauzio Varella gravado há dois meses, quando a situação era diferente, como se se referisse a hoje, e depois pediram “desculpas pela distração”. Essa “distração” pode ter tirado de casa e exposto à doença milhares de pessoas que respeitam Drauzio Varella e seguem sua orientação.

Na apuração das cumplicidades, não poderão faltar pascácios como Regina Duarte, secretária da Cultura, e seu subordinado que lhe é superior, Sérgio Camargo, diretor da infeliz Fundação Cultural Palmares —nenhum deles agente sanitário ou sequer mata-mosquitos, mas que se apressaram a aderir à política de contaminação.

O general Augusto Heleno, chefe de um gabinete-fantasma, deveria ter refreado seu incompreensível instinto de superioridade e obedecido à quarentena que, como infectado, foi ordenado a cumprir. Ao sair de casa e roçar suas ombreiras nos colegas, pode estar lhes repassando suas patogenias. E, num nada hipotético tribunal do futuro, o próprio ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, não sairá impune se consumar a troca de seu juramento na medicina pela política irresponsável de Bolsonaro.

Aliás, chamar Bolsonaro de irresponsável também não é correto. Ele é o grande responsável pelo que vier a acontecer no Brasil —e a isso terá de responder.

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “Tribunal do futuro”

  1. O militar trata o recruta como criança. E esse Bolsonaro filho do diabo trata a população como recrutas. Os militares enxergam somente a farda mais nada. Fora podridão que entre os militares é pior do que a PM.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: