Advertisements

Países deveriam boicotar as Olimpíadas do Japão

Canadá anunciou, ontem, o boicote

O Comitê Olímpico Internacional alega precisar ainda de quatro semanas para decidir-se pelo adiamento ou não dos Jogos Olímpicos do Japão.

Trata-se de agonizar diante da morte inevitável.

Se realizadas, as Olimpíadas serão marcadas por atletas com desempenho aquém de suas capacidades, impossibilitados que estão de treinar, adequadamente, para que possam se proteger do coronavírus.

Além disso, estádios e ginásios estarão vazios.

Os poucos que ousarem frequentá-los estarão arriscando a vida e a de seus mais próximos.

O planeta terá que lidar, diante desse cenário de pandemia, com perdas financeiras imprevistas e, no caso dos mais pobres, desoladoras.

Tentar desviar desse resultado é também negar a realidade.

O ‘negócio’ Olimpíadas 2020 já era.

Resta agora salvar a essência dos Jogos, a parte esportiva da coisa, para que a mitologia, verdadeira responsável pelos lucros futuros, não seja atingida pela mediocridade dos que, à custa de vidas humanas, tentam salvar investimentos perdidos.

Já dizia o velho ditado: ‘o que não tem remédio, remediado está”.

Os países envolvidos na disputa, principalmente os mais relevantes (esportivamente falando), deveriam, desde já, seguir o exemplo do Canadá que, ontem (22), apresentou recusa formal ao evento:

“Ao passo em que reconhecemos as complexidades inerentes a um adiamento, nada é mais importante do que a saúde e a segurança dos nossos atletas e da comunidade mundial”

Um gesto correto, de humanidade.

Dentro desse quadro, pressionado, o COI não teria alternativa e seria obrigado a antecipar a decisão, evitando desgaste maior a atletas, dirigentes e patrocinadores.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: