Advertisements

Justiça nega recurso e conselheiro do Palmeiras segue punido como associado

Em agosto de 2019, o conselheiro do Palmeiras, Genaro Marino Neto, acusado de intermediar negócios suspeitos no clube, foi punido com um ano de suspensão de suas funções como conselheiro e associado.

Na justiça, conseguiu liminar, apenas, para seguir no Conselho.

Inconformado, Genaro, que acusa o presidente alviverde de perseguição política, recorreu.

Recente acórdão do TJ-SP, porém, manteve o entendimento de que a punição como associado estava correta, mantendo, apenas, sua recondução ao Conselho.

Outros associados palestrinos afastados do Verdão no mesmo episódio são José Carlos Tomaselli e Ricardo Alberto Galassi.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: