Advertisements
Anúncios

Presidente do Conselho do Corinthians trabalha para ocultar dados financeiros do estádio de Itaquera

Antonio Goulart e Paulo Garcia

Na última semana, a Câmara de Vereadores de São Paulo, em sua 28ª Reunião ordinária da Comissão de Finanças e Orçamento, recebeu Requerimento nº 53/2019, assinado pela vereadora Soninha Francine (Cidadania), solicitando investigação para as pendências do Corinthians com a Prefeitura de São Paulo.

Diz trecho da Ata:

“À Comissão de Finanças e Orçamento, Diversos canais de comunicação veicularam, nos últimos meses, notícias sobre o status da dívida do Sport Club Corinthians Paulista com a Caixa Econômica Federal – CEF”

“A instituição financeira notificou extrajudicialmente o clube, informando-o que executará a dívida de quase R$ 500 milhões relativa ao financiamento da obra de seu estádio, em Itaquera”

“Além do valor obtido junto à CEF, o clube utilizou, segundo o Conselho Deliberativo responsável por fiscalizar as obras do empreendimento, R$ 556 milhões em CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento), títulos disponibilizados pela Prefeitura em Lei sancionada no ano de 2012, com o objetivo de “ajudar” o clube na construção de sua arena, palco da partida inicial da Copa do Mundo de 2014”

“Reportagem publicada no jornal O Estado de S. Paulo do dia 31 de julho de 2019 menciona processo “de quase duas mil páginas” referente à disputa judicial entre a municipalidade e o Sport Clube Corinthians Paulista”

“Segundo o autor, “o juiz Randolfo Ferraz de Campos, da 14ª Vara da Família, aplicou multa de R$800 mil após o Corinthians ter ignorado três vezes intimação do Ministério Público””

“Em 2011, o Clube, que obteve a cessão de área em Itaquera em 1988, teria se comprometido a investir R$12 milhões em projetos destinados às áreas de educação, saúde e assistência social, sendo que R$ 4 milhões deveriam ter sido gastos até dezembro de 2014 e os restantes R$ 8 milhões, entre janeiro de 2015 e o fim de 2019”

“Alega a prefeitura que tais contrapartidas não foram cumpridas, daí a medida judicial”

“Requeiro, portanto, que seja indagado à Secretaria da Fazenda:

  • Do acerto de R$ 12 milhões em contrapartidas sociais entre Prefeitura e Corinthians, quanto foi pago até o momento?
  • O clube afirma ter investido R$ 6 milhões em projetos sociais. Quando e em quais locais essas obras foram feitas? Quais são os projetos?
  • Quanto o clube já usou dos R$ 450 milhões dos Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento e quanto ainda tem disponível no mercado?

Para ganhar tempo e evitar que as cobranças de Soninha prosperassem, o vereador Rodrigo Goulart, filho de Antonio Goulart, presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians, comprometeu-se, na próxima reunião, a ser realizada apenas em 2020, a trazer as respostas às revindicações.

Em nítido ‘jogo de cena’, no mesmo encontro, Goulartzinho chamou o pai à mesa, que, ratificando as promessas do filho, prometeu, em nome do clube de Parque São Jorge, responder aos questionamentos.

Há anos, o Conselho Deliberativo do Corinthians tenta obter respostas às dúvidas efetivadas pela vereadora Soninha, sem que nenhuma resposta, até então, tenha sido fornecida.

Antonio Goulart, seja na condição de simples conselheiro ou na atual, de presidente do órgão (que ocupa há quase um ano), nunca as conseguiu, ou, se obteve acesso, não divulgou.

Por quais razões, ou servindo a que interesses, pai (que sequer deveria estar na reunião) e filho trabalharam para obstar uma requisição que, certamente, obrigaria o Estado a fornecer os tão aguardados elucidamentos?

Vale lembrar que Goulart tem as cordas puxadas, no Parque São Jorge, pelo empresário Paulo Garcia, dono da Kalunga, que, nos último anos, tem bajulado o presidente Andres Sanches com esperança de, com seu apoio, sucedê-lo.

É pouco provável que na próxima reunião da Comissão de Finanças, Soninha obtenha a informação desejada.

Tomara, a vereadora não deixe barato e, para bem no Município e também dos corinthianos – os verdadeiros – exija que seu requerimento seja aprovado, dando luz à parte das obscuridades alvinegras.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: