Advertisements

Funk e violência na Portuguesa

De longe, o pior presidente da história da Portuguesa, Alexandre Barros, que aterrou as piscinas do clube e jogou o futebol abaixo da 4ª divisão nacional, não se cansa submeter a Lusa a humilhações e constrangimentos.

Em troca de dinheiro que não entra nas contas da agremiação, o estádio do Canindé, que escapou de quatro leilões, fruto de calotes trabalhistas, foi transformado num palco para apresentação do que pior existe na periferia de São Paulo.

No último domingo (15), um destes bailes funks, apelidado ‘Nitro’, fez da Lusa especie de embaixada do Inferno no Planeta Terra.

Drogas, brigas, tentativas de estupro e outras situações deploráveis eram presenciadas, a olho nu, inclusive por crianças.

O vídeo abaixo demonstra parte da barbárie:

Até quando a Portuguesa suportará

‐——–

Em tempo: as cenas eram tão fortes que o YouTube retirou-as do ar.

Pelo teor do aviso, enviado ao Blog do Paulinho, da para se ter noção do descalabro:

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: