Advertisements

Cruzeiro precisa decidir entre o trabalho e a vagabundagem

Na recente entrevista coletiva de Rogério Ceni, poucas vezes se observou tanta clareza em palavras que não foram pronunciadas.

A expressão, o rosto desanimado e as insinuações do treinador cruzeirense revelaram as escolhas que o clube precisa fazer se quiser evitar a segunda divisão: trabalho sério ou manter privilégios aos vagabundos.

No Cruzeiro, jogadores veteranos apossaram-se da escalação e, conforme observou-se no recente final de semana, decidem até de que maneira o clube ‘precisa’ perder.

Ceni, ao contrário, quer trabalhar, e vencer.

Ao que parece, pelo menos neste momento, a torcida cruzeirense optou pelos que pretendem melhorar as coisas na Toca da Raposa.

O dilema agora é saber que decisão será tomada pelos dirigentes, comprovadamente pessoas de pouca seriedade e muita ambição, amarrados, por conta de negócios obscuros, com muitos dos ‘vagabundos’ sugeridos nesta publicação.

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “Cruzeiro precisa decidir entre o trabalho e a vagabundagem”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: