Advertisements
Anúncios

Dos R$ 40,1 milhões, Corinthians tomou R$ 12,6 milhões em empréstimos de agentes de jogadores e de um ex-bingueiro

Denis Maldelbaum

Nas contas do Corinthians, do exercício 2018, aprovadas na última segunda-feira (15), existe a revelação de que o clube tomou R$ 40,1 milhões emprestados, de fontes diversas.

Os juros mais altos, entre as instituições bancárias, responsáveis por R$ 27,5 milhões do geral, foram cobrados pelo Bradesco, na casa de 1,45%.

Outros R$ 12,6 milhões foram tomados de agentes de jogadores, sendo um deles, ex-bingueiro ligado ao diretor de futebol Duílio “do Bingo”.

Não estão computados, estranhamente, valores fornecidos por outro empresário de atletas, Fernando Garcia (todos no clube sabem da existência dos empréstimos), talvez transformados, diretamente, em cessão de direitos econômicos de garotos da base.

Dos revelados, os dois outros que compõem o “trio de ouro” marcaram presença:

  • Carlos Leite emprestou R$ 5,7 milhões a juros de 1,94% ao mês;
  • Giuliano Bertolucci/Kia Joorbachian: R$ 6,5 milhões a 1,5 % mensais

Os demais R$ 300 mil saíram dos bolsos de Denis Maldelbaum, o referido ex-bingueiro, que inseriu ainda na base alvinegra o atleta Rael, ex-Avaí, pouco conhecido por conta da inexpressividade, sem a indicação dos juros cobrados pelo negócio, talvez amarrado, também no mercado da bola.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: