Advertisements
Anúncios
Advertisements

Tiro no pé do Corinthians

Olivério Junior e Andres Sanches

O Corinthians, acreditando estar realizando um “grande” protesto, anunciou que não entrará em campo para a primeira partida das finais do Paulistinha se o ônibus do clube for atacado por torcedores rivais às portas do Morumbi.

Serviu de piada aos adversários.

Até mesmo o presidente do TJD debochou, deixando claro, porém, que se isso vier a ocorrer (a não participação no jogo), o clube perderá os pontos e terá computado saldo negativo de três gols para o embate de volta, na Arena de Itaquera.

Em vez de anunciar, previamente, remédio para doença não manifesta, que pode estimular ainda mais possíveis ataques, bastaria ao Corinthians, sem alarde, no dia do jogo, em ocorrendo qualquer evento deplorável, dar marcha a ré e voltar para a casa.

Certamente teria absoluto apoio popular e também da mídia.

Agora é pagar para ver.

Com o anuncio prévio, o Corinthians está em xeque, podendo cair em descrédito se não honrar a palavra, o que pode gerar armadilha de quem, espertamente, poderia induzir três ou quatro lunáticos a agir, visando a vantagem possível e já anunciada pelo TJD em caso de WO.

Quem teria sido o responsável pelo ato de burrice ?

O departamento de comunicação do Timão está à cargo do agente de jogadores Olivério Junior, que obedece ao presidente alvinegro Andres Sanches.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: