Advertisements
Anúncios

Corinthians, gramado de Itaquera e o Pacaembu

O presidente do Corinthians, Andres Sanches, em entrevista, falou novamente sobre a precariedade do gramado do estádio de Itaquera, acrescentado à desculpa inicial, da infestação de fungos, a realização de um evento de caminhões, que, em ano anterior, não resultou nos estragos atuais que, agora, lhe foram atribuídos.

Pura bravata.

Na verdade, o clube achou por bem, em vez de seguir as recomendações de instalar o gramado especial (como ocorria desde 2014), compatível com a tecnologia do estádio, praticar a famosa “economia burra”, plantando no lugar uma alternativa que durou pouco mais de dois meses.

Terá agora que gastar novamente.

Sanches diz que o replantio se dará pela necessidade de entregar o estádio em condições para disputa da Copa América, discurso que se contrapõe às recentes reclamações, públicas, de ser obrigado a bancar melhorias para benefício de terceiros (Copa do Mundo de 2014).

Evidentemente não é verdade.

Andres insinuou, ainda, como se fosse má notícia, que o clube estuda, até que se normalize a condição do gramado, jogar partidas no estádio do Pacaembu, sem explicar, porém, ao torcedor e também aos jornalistas, que trata-se de um dos direitos do Corinthians, não tão utilizado como deveria, especificados no contrato com a CAIXA para o financiamento do estádio de Itaquera.

Segundo clausula contratual, o Timão é obrigado a repassar integralmente todo o dinheiro arrecadado na Arena, mas não em jogos realizados, ainda que como mandantes, noutros estádios, desde que estes não superem, salvo engano, 10% do montante (de partidas).

Ou seja, ao jogar no Pacaembu, além de gastar menos com manutenção, o clube não perderá em número de público pagante (o estádio municipal pode receber até 40 mil pessoas), poderá embolsar 100% da renda (excetuando-se os nebulosos descontos habituais), utilizando parte desse dinheiro para reparar os erros de seus dirigentes na manutenção do gramado de Itaquera.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: