Advertisements
Anúncios

Corinthians permite bullying a jovens do elenco profissional

Em pleno 2019, período em que praticas inaceitáveis de violência, física e psicológica, estão sendo expurgadas da sociedade, o Corinthians retrocede e não apenas estimula, mas divulga bullying cometido por alguns jogadores de sua equipe profissional contra os atletas mais jovens.

As vítimas, que tiveram a cabeça raspada, evidentemente contra seus desejos, foram os jogadores: Janderson, João Victor, Lucas Piton, Marquinhos e Ron, todos ainda do Sub-20 alvinegro.

Apesar de contrariados (a foto que ilustra a postagem é reveladora), os garotos, por razões óbvias, negarão a ofensa.

Entre os agressores estão: Cassio, Vagner Love, Pedrinho e alguns outros.

Fabricio Oya escapou porque já havia sido atacado noutra oportunidade.

Esse tipo de comportamento, mais frequente em faculdades, apesar destas, em boa parte, estarem trabalhando para evitá-lo e punir seus praticantes, além de não agregar proximidade – justificativa de alguns – tende a criar rusgas, que, se não bem trabalhadas, prejudicarão a integração futura entre determinados profissionais.

Vale lembrar que dentre os dirigentes do Corinthians, que não enxergaram problema na iniciativa, a grande maioria limitada intelectualmente, está um médico, Dr. Kalil, de quem se espera, apesar do histórico dele dentro do clube demonstrar o contrário, algum tipo de civilidade.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: