Advertisements

VAR no Brasileirão é grande acerto. Clubes dividirem a conta, não

A adoção do VAR, aprovada ontem pelos clubes da Série A do Brasileirão, para as 380 partidas do campeonato, trata-se de grande avanço para o futebol brasileiro.

Erros ocorrerão, mas os benefícios, certamente, serão maiores.

Porém, as agremiações seguem reféns da CBF.

Dos R$ 19 milhões a serem pagos pelo serviço, apenas R$ 12 milhões sairão dos cofres de quem organiza o torneio, ou seja, a Casa Bandida.

O restante será dividido entre as agremiações.

Levando-se em consideração que o dinheiro da CBF, em verdade, pertence aos clubes e que a entidade, diferentemente de seus filiados, vem apresentando lucro crescente em seus balanços (em 2018, R$ 52 milhões), fica difícil entender as razões de tamanha submissão.

Enquanto os clubes acumulam prejuízo, CBF tem lucro de R$ 52 milhões

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “VAR no Brasileirão é grande acerto. Clubes dividirem a conta, não”

  1. Ainda bem que você mudou de ideia em relação a esse assunto Paulinho.

    Se eu não estou enganado você parabenizou os clubes que votaram a favor da proposta da CBF que queria os clubes financiando a utilização do VAR.

    Eu mesmo alertei na época que isso era mais uma artimanha da CBF para não gastar dinheiro com o futebol e manter os privilégios de seus burocratas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: