Advertisements
Anúncios

Instalações das Categorias de Base do Corinthians não possuem alvará de funcionamento

Carlos “Nei” Nujud, diretor das categorias de base do Corinthians

O Ministério Público de São Paulo notificou, ontem, os quatro principais clubes de futebol da Capital, Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Portuguesa, para que apresentem todas as documentações e alvarás dos alojamentos e demais estruturas que abriguem atletas da categoria de base.

Instaurou-se o desespero no Parque São Jorge.

André Negão, diretor administrativo do Corinthians, trabalhou durante todo o restante do dia junto aos órgãos municipais e também com o Corpo de Bombeiros para conseguir a documentação.

Até o momento, não obteve êxito.

Nei Nujud, coordenador da base alvinegra e principal responsável pela negligência que, conforme comprovaram os episódios recentes, de Flamengo e Bangu, pode levar ao desastre, ordenou silêncio a todos no departamento, para que o caso não chegasse à imprensa.

Em resumo:

  • A “Casa do Atleta”, local em que o Corinthians aloja e concentra garotos da base, situada à rua Dr. Raul da Rocha Medeiros nº 97, no Tatuapé (próximo ao antigo hospital Cristo Rei), não possui alvará, nem condições mínimas de segurança (não há, em exemplo, rotas de fuga em caso de incêndio – as janelas estão gradeadas, existindo apenas uma entrada, que também é saída)

  • O CT da base, que está em obras, não possui alvará para a construção. Containers parecidos com os que vitimaram os garotos do Flamengo são utilizados por atletas do Corinthians, já há alguns anos, desde a parceria com o Flamengo de Guarulhos;

  • Os alojamentos da base, localizados dentro do Parque São Jorge, também utilizados pelo futebol feminino, estão sem alvará e demais documentações obrigatórias de funcionamento.

Ou seja, em vez de prevenir, a diretoria do Corinthians passou diversos anos jogando com a sorte, em economia burra, e, somente após cobrada pelo MP-SP, decidiu se movimentar para garantir condições mínimas de segurança a seus jovens atletas.

Se, nas próximas horas, os alvarás não forem concedidos, além da pesada multa, existe a possibilidade dos garotos alvinegros ficarem sem local para treinar, dormir e se alimentar.

A responsabilidade do presidente Andres Sanches sobre o descaso é obvia, mas outros três dirigentes merecem críticas duras pelo fato de estarem ligados, diretamente, ao dia a dia da base, sem que tivessem se preocupado em dar resolução à caótica situação (pelo contrário, tentam agora escondê-la): Nei Nujud, Jaça e Nenê do Posto.

Se o pior tivesse acontecido, além das vidas de meninos e meninas ceifadas ainda na adolescência, o Corinthians, assim como ocorrerá com o Flamengo, seria obrigado a indenizar não apenas as famílias dos jogadores, mas também seus agentes, verdadeiros proprietários dos direitos econômicos da grande maioria dos atletas.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: