Advertisements

Bradesco está há treze anos tentando receber calote de conselheiro do Corinthians

Em 2006, o Bradesco ingressou com ação de cobrança contra o conselheiro do Corinthians, Manoel Ramos Evangelista, vulgo Mané da Carne, que, desde então, tem passado por constrangimentos diversos, entre os quais penhoras de bens e tentativas, infrutíferas, de bloqueios bancários.

O valor devido à época era próximo de R$ 80 mil, que, corrigido, atinge R$ 169 mil nos dias atuais.

Neste período de cobrança Mané já foi assessor de Andres Sanches, tanto na presidência do Corinthians quanto na Câmara Federal (recebendo, neste caso, bom padrão de salários), sócio de açougues e, invariavelmente, flagrado em viagens para destinos nada baratos, como Japão, Estados Unidos, etc.

Sem contar as acusações de participações em desvios de atletas da base alvinegra que, se comprovadas, não devem ter-lhe rendido pouco dinheiro.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: