Advertisements

Atlético/MG se livra de Gallo, mas não pode tropeçar em Marco Aurélio Cunha

Ontem (30), após algum tempo de sofrimento, o Atlético/MG demitiu o dirigente Alexandre Gallo, que, nos bastidores, desde antes dos tempos de Seleção Brasileira, participava, ativamente, de transações com jogadores de futebol.

Para seu lugar, interinamente, assumiu o ex-atacante Marques.

Porém, parece que o novo dirigente ficará pouco tempo no cargo, porque os dirigentes do Galo (clube) sondam a contratação de Marco Aurélio Cunha, um dos atuais beijadores de mão da CBF, que, enquanto vereador de São Paulo, confessou colocar funcionário para bater ponto por ele, na Câmara.

Exemplos de conduta incompatíveis para o exercício do cargo mais relevante, depois da presidência, de um clube de futebol do porte do Atlético.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: