Advertisements
Anúncios

Corinthians pede empréstimo a empresários e autoriza negociação de Pedrinho em garantia

Sem as previstas premiações de Copa do Brasil, Brasileiro e Libertadores, o Corinthians encerrará 2018 em situação financeira absolutamente desconfortável.

O clube deve uma fortuna em salários a jogadores.

Para ir se virando nas contas de curto prazo, Andres Sanches ordenou ao departamento de finanças que, novamente, segure o repasse das arrecadações do estádio ao Arena Fundo, que administra o pagamento do estádio de Itaquera.

Haverá, porém, como ocorreu recentemente, incidência de juros e correções.

Por outro lado, o presidente do Corinthians manobra para tomar dinheiro dos agentes que, frequentemente, fazem negócios no futebol alvinegro, entre os quais, Carlos Leite, Fernando Garcia e Kia Joorabchian/Giuliano Bertolucci.

Fala-se num pacote que chegaria a R$ 30 milhões.

Em troca, como garantia de pagamento (sem contar as comissões), Sanches autorizou a negociação do jogador Pedrinho (a multa contratual é de R$ 180 milhões), vinculando o dinheiro a ser recebido à quitação dos empréstimos.

É desta maneira, vendendo o almoço para pagar o jantar, que o Corinthians precisa, pelas finanças e pelo esporte, permanecer na Série A em 2019, sob risco de ampliação duma bola de neve que já atinge tamanho bem relevante.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: