Advertisements
Anúncios

Os agentes de jogadores na direção do Santos Futebol Clube

José Carlos Peres e Orlando Rollo

O presidente do Santos, José Carlos Peres, está prestes a ser afastado do cargo – se confirmado o impeachment em votação de associados – por, entre outras coisas, ter ligação direta com empresa que negocia jogadores de futebol.

Justo.

A manobra política, assim como o vazamento da informação, são atribuídas a seu próprio vice, o maçon Orlando Rollo, apelidado por conta deste episódio, de Michel Temer da Vila Belmiro, que será empossado no cargo, se o impedimento for confirmado.

É bem improvável que as cobras, que até então co-habitavam o mesmo cesto, não soubessem dos costumes e “rabos” de ambos antes do rompimento político.

Apesar de que, perto da fama de Rollo, inclusive a policial, Peres poderia ser tratado como “coroinha”.

Voltando ao motivo principal do processo de impeachment, a ligação, inadequada, do presidente do Santos com agentes de jogadores, o que virá por ai, com a provável nova gestão, também é preocupante.

Rollo é assessorado, às claras, por um mal-afamado empresário de atletas, Olivério Junior, que trabalha, também, para Kia Joorabchian, dono de extensa lista de prepostos, entre os quais Giuliano Bertolucci, além de notória parceria com Renato Duprat, que, recentemente, ajudou, através da Doyen Sports, a tomar muitos milhões de reais dos caixas alvinegros.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: