Advertisements
Anúncios

Mercenários políticos do MBL estariam por trás de “Fake News” que difamou Marielle Franco ?

Resultado de imagem para mbl

Investigação do jornal “O Globo” em conjunto com o Laboratório de Estudos sobre Imagem e Cibercultura (Labic) da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), desvendou a origem das “Fake News” que tentaram assassinar a reputação da vereadora Marielle Franco, covardemente, após ela ter sido morta, tudo indica, pela milícia carioca.

O site propagador das mentiras foi o “Ceticismo Político”, ligado ao MBL, movimento de mercenários políticos que se juntam sempre à melhor “proposta”.

Como de costume nestes sites bandidos, o nome do administrador, Luciano Henrique Ayan, é fajuto.

Procurado por “O Globo”, o MBL negou relação com a personalidade, mas interações em mídia social revelaram a proximidade.

O “fake” Ayan registrou, em 2017, o domínio ceticismopolitico.org, na Dinamarca, utilizando-se de mecanismos que impedem a revelação de seu nome verdadeiro.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: