Anúncios

Grupo de Ezabella adere à diretoria do Corinthians através de preposto de Raul Corrêa da Silva

Marcos Chiarastelli

Desde a campanha eleitoral do Corinthians, o Blog do Paulinho alertava para a possibilidade de, em caso de vitória de Andres Sanches, o grupo de Felipe Ezabella, bancado por Raul Corrêa da Silva, apesar do discurso dissidente, aderir à futura gestão.

Não deu outra.

Raul Corrêa da Silva comandará o departamento de finanças do Corinthians, sem cargo, através do preposto Marcos Chiarastelli, que será empossado Superintendente do setor, tendo como diretor Wesley Mello, mero seguidor de ordens.

Difícil é saber quem destes tem menos vergonha: Sanches que tratou Corrêa, publicamente, como “mentiroso” e “incompetente” ou este que, após o episódio, dias antes das eleições, contratou o agora presidente alvinegro para palestrar em sua BDO (ao lado de Ezabella), local em que, tudo indica, os cargos foram acertados.

Recentemente, Chiarastelli foi demitido da função de CEO do Vitória, por conta deste espaço ter revelado sua ligação com o dono da BDO, empresa que introduziu no clube, com direito a cuidar das finanças e também do marketing.

Aliás, o destacamento da BDO que infiltrou-se na equipe baiana tem no contrato social do CNPJ 00.056.087/0001-19 outro preposto de Raul Corrêa da Silva, o conselheiro eleito no Corinthians, Max Anselmo Carvalho, que apoiou, oficialmente, a candidatura de Romeu Tuma Junior, mas, ao final do pleito, comemorou com Ezabella:

Os links a seguir contam bem a história:

Gestão do Vitória/BA é tomada de assalto por dirigente do Corinthians, através de preposto

Denúncia do Blog do Paulinho derruba preposto de ex-financeiro do Corinthians no Vitória/BA

Nas gestões em que Raul Corrêa da Silva infelicitou o Corinthians com acusações de balanços fraudados e três indiciamentos criminais, no STF, por apropriação indébita (o equivalente a subtração de dinheiro), combinada com sonegação de impostos, Chiarastelli assinava com ele todos os documentos internos, conforme comprova página do folclórico Relatório de Sustentabilidade, espécie de prova de coisa errada encadernada em papel de luxo:

A dissimulação da nomeação de Chiarastelli, sem a indicação de que trata-se de alguém ligado a um grupo que se vendia como “novo” e “opositor’ aos procedimentos de Andres Sanches, explica bem as atitudes de um candidato a presidente que, na última semana do pleito (após a referida palestra na BDO), abandonou a própria campanha para atacar o principal adversário dos atuais gestores, fazendo jus, diante da adesão, ao apelido “Dick Vigarista”, com o qual ficou conhecido no Parque São Jorge.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: