Anúncios

O vexame de Adilson Monteiro Alves no Corinthians: folha corrida teria impedido candidatura

Há pouco mais de um mês, com grande alarde, a chapa de candidatos ao Conselho do Corinthians, denominada “Preto no Branco”, foi lançada, em evento que contou com a presença do deputado federal Andres Sanches (PT), apoiado pelo grupo à presidência alvinegra.

Trata-se da união da família “Monteiro Alves” com membros do movimento nomeado “Fora Dualib”.

A grande personalidade, ovacionada na festa, foi o ex-diretor da Democracia Corinthiana, Adilson Monteiro Alves.

Ocorre que, após os anos 80, a vida do sociólogo se complicou.

Envolto em ações, cíveis e criminais, por conta de problemas diversos, alguns ligados à jogatina, e diante da obrigatoriedade de apresentar, no Corinthians, para ser candidato, o atestado de antecedentes, Adilson preferiu não se arriscar, pulando fora da disputa.

Apesar disso, a não inclusão do nome do ex-diretor alvinegro na chapa (trocado por um de seus filhos) não foi anunciada, permanecendo o mesmo, aos finais de semana, no Parque São Jorge, fazendo campanha como se ainda fosse candidato, iludindo o eleitor.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: