MPF e Polícia Federal investigarão parceria entre Corinthians e UNIESP (Universidade Brasil)

Luis Paulo Rosenberg

O deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL) acionou o MPF e a Polícia Federal, além do TCU e do MEC, para que retomem as investigações sobre crimes cometidos pela UNIESP, dona da Universidade Brasil, após a instituição, mais uma vez, ter descumprido TAC firmado em 2013.

A iniciativa é resultado de reunião do Conselho Nacional de Defesa Acadêmico (CONDAC), em que dezenas de alunos e ex-alunos da entidade, reunidos com o parlamentar, acusaram-na de reincidir no crime de estelionato.

Corinthians e Flamengo (que também, recentemente, colocou a marca da Universidade Brasil nos ombros) serão notificados.

Existem suspeitas, pelo menos no que diz respeito ao clube de Parque São Jorge, de facilitação à prática de crimes supostamente cometidos pela UNIESP, entre os quais “lavagem de dinheiro”.

Vale lembrar que a empresa foi apresentada ao clube por Luis Paulo Rosenberg e pelo presidente do CORI, Osmar Basílio.

Carlos Giannazi e alunos da UNIESP

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.