“Black Friday” do Corinthians saiu pela culatra

Mané da Carne, assessor de Andres Sanches

A diretoria do Corinthians, em desconformidade com o que prevê o estatuto alvinegro, instituiu, às pressas, desconto de, em média, 50% para associados que desejarem quitar suas dívidas com o clube.

Trata-se de evidente anistia.

Todos os candidatos oposicionistas, e até a dissidência da situação, manifestaram-se contra o procedimento, que tem por objetivo óbvio legalizar eleitores que não estão, no momento, habilitados para votar.

Somente o grupo que apoia o candidato Andres Sanches defendeu a imoralidade, o que, por razões óbvias, indica a origem da iniciativa.

O vice André Negão ironizou dizendo tratar-se de “Black Friday” do Corinthians.

A eficácia do golpe, porém, deverá ser nula, por conta do provável impedimento destes associados de figurarem na lista de votantes, requisição a ser apresentada ao presidente da Comissão Eleitoral, o desembargador Miguel Marques e Silva, que não deverá colocar em risco sua credibilidade, sabedor de que a justiça, se fomentada, dificilmente daria aval a procedimentos que ferem o estatuto alvinegro.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Uma ideia sobre ““Black Friday” do Corinthians saiu pela culatra

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.