Advertisements

A Polícia de São Paulo é tratada como lixo pelo Governador Geraldo Alckmin

No último sábado, o 91º DP de São Paulo, localizado à rua Dr. Gastão Vidigal nº 307, sofreu com o descaso do governo de Geraldo Alckmin, que há anos trata os policiais como se fossem restos jogados no cesto de lixo.

Era impossível trabalhar com a chuva invadindo todas as salas do local.

Mas não são apenas estes os problemas da policia paulista na gestão peesedebista:

  • há quase uma década os agentes não recebem reposição salarial;
  • em algumas delegacias (quase todas) policiais são obrigados a custear, do próprio bolso (sem reposição) materiais básicos, como papel higiênico, pó de café, água potável, etc.
  • boa parte das viaturas somente circulam por conta da benevolência de donos de mecânicas, que, por vezes, ajudam a policia, que não pode esperar pelo Governo, que simplesmente ignora as solicitações.
  • etc, etc, etc…

Alckmin, que é tratado por boa parte dos agentes pela alcunha “Pinóquio”, por conta do nariz preponderante, o sorriso empostado e a incrível capacidade de dissimular a verdade, fosse feita uma pesquisa de popularidade nas delegacias, certamente superaria os 94% de rejeição do presidente Temer, semelhante político que infelicita o povo brasileiro.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: