Anúncios

Influência de Aécio Neves e Perrela no Cruzeiro virou pó

A eleição do situacionista Wagner Antonio Pires à presidência do Cruzeiro, por 235 votos a 200, simbolicamente, foi muito importante não apenas para o clube, mas para servir de exemplo a Minas Gerais, dominada, há anos, pela influência de notórios malfeitores.

O candidato derrotado foi Sergio Rodrigues, apoiado pela dupla Zezé Perrela e Aécio Neves, até então invictos na política da raposa.

Pires terá agora três anos para comprovar ser diferente da imensa maioria da cartolagem.

Recentemente, Perrela e Aécio foram flagrados conversando sobre “tráfico de drogas”, assunto que, frequentemente, é associado ao comportamento de ambos, seja por conta do famoso episódio do helicóptero do pó – ainda sem punição, ou dos relatos de supostas internações do ex-presidente do PSDB, dizem, sempre entrando às escondidas em hospitais da capital mineira, coincidentemente, nas mesmas datas em que se envolve em abusados eventos sociais.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: