Advertisements
Anúncios

Ricci Junior comemora: “jogadores do São Paulo ficaram com o cu na mão”, após constrangimento com “organizados”

Em mais uma demonstração deplorável de populismo e má-gestão, o São Paulo expôs jogadores (todos) e comissão técnica ao constrangimento de encontro com membros das mais variadas facções de “organizadas” do Tricolor, entre os quais da criminosa “Independente”.

Depois, de maneira covarde, saíram todos de lá, sob ameaça velada, transformada, publicamente, em “pacto de silêncio”, com desculpa, sem verdade, de cuidar dos problemas do clube internamente.

Ou seja, quem ousasse abrir a boca teria problemas.

Espertas, as “organizadas” convidaram jornalistas ligados a blogs que só falam do São Paulo, numa especie de precaução, diante do tal “pacto”, para possíveis vazamentos.

Até o ídolo Raí caiu na cilada, apesar de ter saído dele as intervenções mais ponderadas.

Ontem ainda, desmentido todas as versões oficiais que circulam, entre as quais, claro, a dos dirigentes, o Blog do Paulinho teve acesso a mensagem de whatsapp enviada pelo jornalista Ricci Junior, gestor da web-rádio “São Paulo Digital”, que, de maneira lamentável, no intuíto de defender-se de acusações de seguidores por negar-se a contar detalhes do “encontro”, acabou por expor o constrangimento sofrido pelos jogadores.

As seguintes frases foram proferidas:

  • “a reunião foi muito forte, muito pesada, dedo em riste… vozes, pessoas exaltadas”;
  • “eu garanto pra vocês… os caras (jogadores) estavam com o cu na mão”;
  • “os jogadores sabiam que ninguém estava ali brincando, que ninguém foi passear”
  • “é um pacto necessário para não sair na imprensa, para não sair história, nem nada… não é pra sair…”
  • “os jogadores foram muito cobrados… muito forte… não foi brincadeira”
  • “quem me ouve na rádio sabe que não fui lá de “papagaio de pirata”, porque eu “não sou palhaço”… eu tive a honra de fechar a reunião e o “bicho pegou”… o negócio foi muito sério”

Por razões óbvias, historicamente esse tipo de pressão em jogadores ocorre como se fosse trailler de filme de rebaixamento, e, em vez de estimular desempenho, acaba por piorá-lo. gerando ainda revolta entre os atletas, que sentem a traição e a falta de proteção dos dirigentes.

Se é triste ver um membro da imprensa, mesmo os que não merecem ser tratados como tal, omitirem informações importantes de seu público, pior é vê-los distorcer a verdade (dizendo, externamente, que foi tudo tranquilo) e comemorar (internamente) ações de marginais contra trabalhadores (jogadores) em seu próprio local de ofício, com anuência de patrões (cartolas) absolutamente indecentes.

Confira abaixo o áudio de Ricci Junior detalhando a barbaridade:

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: