Anúncios

São Paulo recupera na Justiça R$ 750 mil pagos a suposto preposto de Carlos Miguel Aidar

Em outubro de 2016, o São Paulo ingressou com ação judicial para reaver R$ 900 mil pagos, indevidamente, ao escritório José Roberto Cortez Advogados, que, segundo indícios e informações, teria sido utilizado para remunerar, como intermediário, o ex-presidente Carlos Miguel Aidar e sua acompanhante Cinira Maturana, em negócios realizados pelo clube.

O escritório defendeu-se, também com ação judicial, alegando que a cobrança era devida (por trabalhos jurídicos), exigindo, ainda, indenização de R$ 300 mil, por conta das suspeitas.

Na última quinta-feira (31), a 3ª Vara Civil, em decisão da juíza Mônica Di Stasi Gantus Encinas, deu razão ao Tricolor.

Os advogados terão que devolver R$ 750 mil, correspondentes a cinco parcelas pagas de R$ 150 mil.

O São Paulo, porém, perdeu R$ 150 mil, que completariam os R$ 900 mil, porque não conseguiu encontrar comprovante de que havia efetuado o pagamento.

Abaixo documento que liga José Roberto Cortez Advogados a pagamento de comissão a Cinira Maturana:

comissao-cinira-aidar

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: