José Maria Marin finalizou, ontem, colaboração com a Justiça americana

O ex-presidente da CBF, José Maria Marin, preso pelo FBI acusado de corrupção, após três horas de depoimentos, finalizou ontem, em Nova York, sua colaboração com a Justiça americana.

A informação é do jornalista Wanderley Nogueira, da rádio Jovem Pan.

Nos últimos tempos, Marin, que está em prisão domiciliar nos EUA, mas prestes a encarar julgamento que poderá encarcerá-lo, em prisão comum, pelo resto da vida, recebia pressão da família para delatar seu pares e amenizar possível punição.

Mais um motivo de grandes preocupações para Ricardo Teixeira e Marco Polo Del Nero, segundo o FBI, parceiros de Marin nas falcatruas, e para a Rede Globo, envolvida em negociações (única compradora) de direitos de televisão acusadas de pagar propinas ao citados cartolas.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.