Anúncios

Corinthians desvia milhões dos esportes olímpicos para bancar “máquina” de negócios dos dirigentes

‘Em seis meses, o Corinthians gastou R$ 26 milhões para financiar penduricalhos do clube social, que arrecada R$ 11 milhões, e apenas R$ 700 mil com esportes olímpicos’


O Corinthians, desde 2007, quando da entrada do grupo “Renovação e Transparência”, de Andres Sanches, ao poder, tem por hábito manter sob cabresto eleitores, concedendo-lhes cargos, empregos e possibilidades de negócios.

Somente no Parque São Jorge, existem pelo menos 400 “assessores” de carteirinha.

Boa parte destes, precisa do clube para sobreviver.

O reflexo se dá no balancete, recentemente publicado, dando conta do dinheiro jogado ao ralo, enquanto o clube social alvinegro segue às traças, sem a execução de serviços básicos, nem investimentos.

Na última semana, em exemplo, decisão judicial autorizou a Prefeitura a lacrar as portas do Parque São Jorge, que funciona, no momento, sem alvará por conta da falta de condições mínimas de segurança, higiene e acessibilidade.

Não à toa, a arrecadação bruta do clube durante 180 dias (seis meses), dono de um complexo gigantesco, extremamente bem localizado, no caro bairro do Tatuapé, às margens da Marginal Tietê, é de apenas R$ 11 milhões.

Destes, R$ 7 milhões são oriundos de contribuições de associados (duas arrecadações da Arena de Itaquera), risível R$ 1 milhão em exploração comercial e R$ 3 milhões em “Licenciamentos e franquias”, que não se sabe, ao certo, do que se tratam.

Somente para bancar a “máquina” de negócios (cabresto eleitoral) da “Renovação e Transparência”, o Corinthians gastou, no primeiro semestre, R$ 26 milhões:

  • R$ 14 milhões em salários (R$ 3 milhões a mais do que toda a arrecadação);
  • R$ 5 milhões em serviços terceirizados (quase sempre executados por empresas recém constituídas, ligadas a conselheiros e associados);
  • R$ 6 milhões discriminados, sem explicações ou detalhamento, como “despesas gerais e administrativas”;
  • R$ 1 milhão é apontada como “Depreciação” do patrimônio.

Em contrapartida, o esporte olímpico, gerador de prestígio e, se bem administrado, de receitas para o clube, recebeu a ínfima quantia de R$ 700 mil, menor do que o salário mensal de Alexandre Pato, contratado a peso de ouro pelo futebol profissional, em passado recente.

Por falar em futebol, leitura do balancete revela, apesar do dinheiro arrecadado com recentes negociações de jogadores, que o departamento teve prejuízo de R$ 17 milhões, boa parte, evidentemente, fruto de desvio de recursos para o contrato com a OMNI (que leva 50% da arrecadação do estádio de Itaquera) e do acordo com a Odebrecht (que fica com o restante do dinheiro das entradas das partidas de futebol).

No geral, a dívida total anunciada pelo Corinthians (clube+futebol) ampliou-se, em apenas seis meses, de preocupantes R$ 425 milhões para desoladores R$ 472 milhões (prejuízo de R$ 46 milhões), sem que o clube possua meios importantes para abatê-la, a curto prazo.

Os direitos de televisão, recebidos da Rede Globo, estão comprometidos pelas próximas duas gestões, a arrecadação do estádio, por trinta anos, será dividida entre Odebrecht e Caixa, para quitar a pendência da construção (com dívida próxima de R$ 2 bilhões, que não consta do balancete) e outra pendência (também fora das contas apresentadas aos conselheiros), a fiscal, algo em torno de R$ 600 milhões, oriunda de falcatrua que levou quatro dirigentes a indiciamentos criminais no STF (Andres Sanches, Roberto Andrade, Raul Corrêa da Silva e André Negão) está parcelada pelo PROFUT.

Manobra de dois conselheiros alvinegros na Câmara, com aparente aval do Governo, Andres Sanches e Vicente Cândido, ambos deputados federais investigados por receber propina na construção da Arena de Itaquera, objetivando que a carência de pagamento das dívidas seja ampliada, sugere que o Corinthians, um dos beneficiados, não estaria apto a honrar com o acordo firmado, empurrando, assim como ocorre noutros setores do clube, mais dívidas aos próximos gestores.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: