Dirigentes da ACERJ acertam-se com a CBF

Ricardo Gonzalez, Eraldo Leite, Douglas Lunardi (CBF) e Pedro Ivo de Almeida

Dirigentes da ACERJ (Associação dos Cronistas Esportivos do Rio de Janeiro) estiveram, na última segunda-feira (24), em cerimônia de “beija-mão” na CBF.

O pretexto da visita era o de solicitar a criação de um espaço físico da entidade dentro da sede da Casa Bandida.

Porém, trecho de nota da ACERJ deixa bem claro o objetivo principal:

“A ACERJ entende que foi um evento importante na aproximação entre as duas entidades e na manutenção de um canal de cooperação para a defesa dos interesses dos jornalistas, sem prejudicar os da CBF”

Os jornalistas que não se preocuparam com a moralidade da profissão, encontrando-se, para suposta prática de mendicância, com Douglas Lunardi, diretor de Comunicações da CBF, foram: Eraldo Leite (presidente), Ricardo Gonzales (vice) e o dirigente Pedro Ivo de Almeida.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

4 Replies to “Dirigentes da ACERJ acertam-se com a CBF”

  1. Associação e Sindicato são entidades formadas por gente que não gosta de fazer nada. E quando faz é visando o bolso próprio. E nada mais que isso.

  2. Jesus amado! Mas é totalmente contra o exercício da profissão de jornalista, eis que constitui um vínculo que quebra a isenção exigida nessa profissão. Que vergonha! Ao se ler um comentário de um jornalista, por exemplo, em que se pode acreditar? Não tem mais nada sagrado neste país. As pessoas se vendem e acham justificativa pra isso. A própria família se deteriorou e não cobra mais honestidade dos seus. Não há mais gente honesta neste país, afora as exceções???

  3. A ACERJ (Associação de Cronistas Esportivos do Rio de Janeiro) repudia veementemente a publicação “Dirigentes da ACERJ acertam-se com a CBF”, do “Blog do Paulinho”, veiculada nesta quarta-feira (26/07/2017).

    No texto, o autor fala em “beija-mão” da Associação com a CBF, questiona a moralidade da entidade e de seus dirigentes, e, de maneira leviana, cita uma “suposta prática de mendicância”.

    Ainda acreditando no bom jornalismo, a ACERJ crê que tudo não passou de falta de informação e exige uma retratação pelo uso de termos que em nada têm a ver com nossas práticas.
    Desde que tomou posse, em abril deste ano, a diretoria da ACERJ vem procurando estreitar os laços com clubes, federação, CBF e Polícia Militar, lutando sempre pelo interesse dos cronistas esportivos. São encontros periódicos, registrados e divulgados em nossos canais.

    Lamentamos ainda a má interpretação do trecho “aproximação entre as duas entidades e na manutenção de um canal de cooperação para a defesa dos interesses dos jornalistas, sem prejudicar os da CBF”. A ACERJ defende os seus interesses, como um espaço para que a imprensa trabalhe no prédio visitado (reivindicação feita pelos profissionais que cobrem a CBF). A Confederação, por sua vez, tem os seus – de manter a ordem nos mais diversos ambientes de trabalho do local. A conversa é sempre no sentido de chegarmos a um ponto bom para ambos, sem que isso interfira em NADA na independência jornalística da classe esportiva.

    Reforçamos que a Associação defende o diálogo com todas as partes e estará sempre disposta a ouvir dúvidas e questionamentos sobre nossa agenda.
    Por fim, a atual diretoria da ACERJ é formada – integralmente – por profissionais atuantes no mercado e devidamente empregados. O tempo dedicado às ações da Associação é voluntário e escasso, o que não nos impede de atuar em defesa da classe. Todo e qualquer ataque pessoal e despropositado será respondido nas barras da Justiça.

    Assinam esta nota os Diretores da ACERJ: Eraldo Leite (presidente), Ricardo Gonzalez (vice), Sílvio Barsetti, Pedro Ivo Almeida, Martha Esteves e Felipe Rolim (diretores).

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.