Advertisements

Vice-presidente que dizia-se no “combate à corrupção” aplaude André Negão em reunião do Corinthians

Ontem, bem diferente doutros tempos, líderes da chapa “Renovação e Transparência”, que assaltaram, literalmente, o poder no Corinthians, realizaram reunião no clube, para antes impensável auditório esvaziado.

Liderando os trabalhos estava o vice-presidente alvinegro André Negão, ligado ao Jogo de Bicho, acusado de receber propina da Odebrecht, em seu nome e para o ex-presidente Andres Sanches, com objetivo de superfaturar o estádio de Itaquera.

Na mesa, sem maiores constrangimentos, estavam outro vice-presidente, Jorge Kalil, que dizia-se “licenciado” do cargo, chegando a afirmar a alguns, inclusive para este jornalista: “preciso estar na diretoria para combater essa gente”, e também o braço direito da gestão Dualib, Antonio Rachid, que tratava os membros de seu atual grupo como “ladrões”, chegando a apelidá-los de “baixo clero”, mas hoje não mais se incomoda em fazer parte da festança.

Kalil, que depois da aproximação com a “Renovação e Transparência” foi apelidado por outro “ex-opositor”, Paulo Garcia, dono da Kalunga, a quem agora também serve, como “totó” (devido a suposta subserviência canina), chegou até a aplaudir alguns discursos de André Negão, mesmo quando o pequeno público presente se manteve inerte.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: