Anúncios

A volta dos bandeirões, faixas e instrumentos aos estádios

Em reunião com lideranças das principais facções criminosas “organizadas”, formada por marginais que se travestem de adeptos de clubes de futebol, membros da Segurança Pública de São Paulo, entre os quais delegado dono de comércios incompatíveis com seus rendimentos, liberaram o acesso, somente a eles, não ao restante dos torcedores, dos bandeirões, faixas e instrumentos musicais nos estádios da capital.

Junta-se essa “vantagem” a outras conhecidas, entre as quais lugares separados nos estádios, ingressos mais baratos (quando pagam) e escolta policial.

Com objetivos políticos claros, um dos que se reuniu quase foi candidato à vice-prefeito de São Paulo numa chapa que seria encabeçada pelo apresentador José Luiz Datena, os funcionários da população, em vez de protegê-la, premiaram os que costumam vandalizá-la, em evidente troca de apoio destes grupos em futuro pleito eleitoral.

Vender lugares marcados nas Arenas, somente pela internet, sem privilegiar grupo algum, não estava na pauta de quem deveria se preocupar com a segurança daqueles que se portam com decência nas principais praças esportivas brasileiras.

Nada contra os instrumentos e bandeiras, que, bem utilizados, tornam a festa do futebol mais bonita, desde que liberação atingisse a todos, dentro de uma condição de respeito ao direito do próximo, não em imposição aos desejos de meia dúzia de assemelhados.

Da maneira aprovada, com o material colocado nas mãos tão somente de quem deles se utiliza, também, para cometer violências diversas, aliás, objetivo primordial dessa gente, os estádios de futebol de São Paulo, em breve, tornar-se-ão, como eram no passado, palco de novas e previsíveis desgraças, tendo ainda os próprios membros da segurança pública, não os “políticos”, mas os mal-pagos policiais militares, como vítimas mais prováveis.

Anúncios

Uma resposta to “A volta dos bandeirões, faixas e instrumentos aos estádios”

  1. sandroso2015 Says:

    Paulinho, então não posso ir ao estádio e comprar uma bandeira com mastro de plástico vendida por camelô e dar na mão do meu filho ?

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: