Anúncios

Ligeirinho morreu… tomara que a família seja assistida por quem estaria lhe devendo salários

Morreu o repórter Eduardo Luiz, o “Ligeirinho”, apelido conquistado ainda nos anos 70 por conta da agilidade em conseguir informações de bastidores do futebol, após sofrer infarto fulminante quando deslocava-se de carro de São Paulo para Atibaia, rumo à sua residência.

O sepultamento será nesta terça-feira (11), 16h30, no cemitério do Picanço, em Guarulhos, localizado na Rua Timóteo Penteado, 1329. No mesmo local acontece o velório a partir das 14h00.

Figura querida do rádio esportivo brasileiro, trabalhou em diversos veículos de comunicação.

Estava, no momento, prestando serviços à produtora do presidente da Portuguesa, Alexandre Barros, que arrenda espaço na Tropical FM, das poucas emissoras do país que registram todos os funcionários e os pagam sem atraso.

Familiares de Ligeirinho, em contato com o blog, disseram que o repórter estava nervoso por conta de atrasos de salários, que deixaram de ser pagos, em dia, por Barros, não pela rádio.

Espera-se, por questão de decência, que os valores não caiam no esquecimento, sendo repassados à família (Ligeirinho deixou mulher e três filhos), assim como os trâmites de sepultamento corram por conta do contratante, segundo informações, devedor.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: