Cinco anos e quatro meses de prisão para Wagner Ribeiro

Por crimes contra a ordem tributário, o empresário Wagner Ribeiro foi condenado, pela Justiça Federal, a cinco anos e quatro meses de prisão.

Contribuiu para a sentença, não apenas a sonegação, mas declarações do agente de atletas, por conta dos processos, semelhantes, sofridos por Neymar, de que o dinheiro do atleta “deveria ser destinado a paraísos fiscais”

Diz trecho da sentença, assinada pelo juíz Marcio Assad Guardia:

“Como se nota, o réu é nitidamente refratário ao cumprimento das normas legais e revela considerar que pessoas com ampla capacidade contributiva devem utilizar estratagemas para se furtarem ao cumprimento de suas obrigações tributárias, como se fossem diferentes do cidadão comum e pairassem acima da lei e dos demais membros da sociedade”.

Não é a primeira vez que Ribeiro, que recorrerá em liberdade, mas não poderá se ausentar do país, se complica por ter a boca, aparentemente, maior do que a “esperteza”.

Recentemente, o empresário, em programa de tv, ensinou procedimentos para enganar a FIFA, que havia regulamentado transações de jogadores de futebol:

Wagner Ribeiro ensina a burlar Lei da Fifa que impede empresário de ter direitos econômicos de jogadores

Se a pena destacada for mantida em recurso, Wagner Ribeiro iniciará o cumprimento em regime Semi-Aberto.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.