Anúncios

A Think Ball dentro das categorias de base do Corinthians

Recentemente, o Corinthians, por intermédio de seus novos dirigentes das categorias de base, o notório contraventor Jaça e o complicado comerciante Nei Nujud, contrataram para gerenciar o departamento o agente de jogadores Yamada, que teve sua ligação estreita com a empresa Think Ball explicitada, em detalhes, pelo Blog do Paulinho.

Clique no link abaixo para conferir:

https://blogdopaulinho.com.br/2017/03/31/empresario-de-jogadores-sera-novo-gerente-da-base-do-corinthians/

Antes, porém, o nome ventilado havia sido o de Marcelinho Paulista, que na gestão Andres Sanches, com anuência do desfrutável Fernando Alba (à época diretor da base, que depois acabou entrando, também, para o ramo de agenciamento) pintou, bordou e foi demitido porque, sem limites, exagerou.

Com a repercussão negativa da escolha, crentes de ser mais espertos do que a própria esperteza, Jaça e Nujud realizaram o seguinte procedimento:

“Traz o Yamada para cá, e manda o Marcelinho para lá (Think Ball)”.

E foi o que aconteceu.

Marcelinho Paulista é o novo Diretor Executivo da Think Ball, empresa especializada em intermediação de jogadores, com livre acesso na base alvinegra, que conta ainda com o “ex” diretor da empresa, Yamada, no cargo gerencial.

Ambos com ligação umbilical, desde o tempos em que eram atletas alvinegros, com o “dono” dos negócios do Corinthians, o deputado federal Andres Sanches.

A Think Ball, de propriedade do agente de jogadores Marcelo Robalinho, tem, oficialmente, no Corinthians (existem outros, não listados, em nome de terceiros), os seguintes jogadores:

  • Léo Príncipe;
  • Renan Guedes;
  • Renan Areias;
  • Jadson;
  • Guilherme;
  • Rogério Guaxupé;
  • Kayque

Daqui por diante, com o quadro descrito acima, a tendência será dividir mais jogadores com conhecidos empresários, também agraciados pela gestão “Renovação e Transparência”, entre os quais Fernando Garcia, irmão do dono da Kalunga, Paulo Garcia, que há uma década iniciou o procedimento de fatiamento de direitos de jovens promessas, que hoje impede o Corinthians de exercer poder e preferência sobre seus próprios contratados.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: