Palmeiras e a estrela vermelha: o ridículo sem limites

“Venho falando há anos que a estrela tem que estar na camisa. Nós temos que saber que somos campeões e ponto. Não interessa que os rivais digam que o Palmeiras não tem mundial. Por outro lado, o clube vive dizendo que os torcedores têm que se colocar como campeões mundiais, mas ele mesmo não vinha reconhecendo isso ao não costurar a estrela que estava prevista em estatuto”

(ROBERTO FRIZZO, conselheiro e ex-vice de futebol do Palmeiras)

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas para Palmeiras e a estrela vermelha: o ridículo sem limites

  1. Paulito, esquece o Palmeiras e os posts fofocas, pelamor!!!! Você já está parecendo o chico lang, que atualmente é mais anedótico que jornalista. Por isso nunca vai crescer. Torneio Band verão 2000 vale pro Curincha (não ganhou 1 jogo sequer), o do Palmeiras não vale, 2 pesos, 2 medidas …. Abraços ao Paulito Lang!!!

  2. mabraganca disse:

    Nem o tapetense carioca aceitou esse “titulo”… Time que depende de historiador para ser campeão… A diferença é que a fifa reconhece o mundialito do corintians…

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.