Ex-financeiro do Corinthians responde ao Conselho sobre “maquiagem” e detona atual diretor

Emerson Piovesan e Raul Corrêa da Silva

Emerson Piovesan e Raul Corrêa da Silva

Em entrevista ao programa “Estádio 97”, o ex-diretor de finanças do Corinthians, Raul Corrêa da Silva, afirmou ter enviado ao Conselho Deliberativo do clube explicações sobre a acusação de ter “maquiado” as contas alvinegras no balanço de 2014, protocolada no mesmo órgão pelo atual diretor, Emerson Piovesan.

Pouco explicou, porém, sobre os pormenores do assunto, dizendo tratar-se de questão técnica da contabilidade.

Por conta não apenas deste problema, mas também pela descoberta de sua relação comercial com a Odebrecht (construtora do estádio em Itaquera), Raul transpirava nervosismo e parecia mais preocupado em desqualificar Piovesan, a quem tratou como “leigo” no bate-papo.

Gravamos trecho da conversa, em que o assunto foi retomado, disponibilizado logo abaixo com a devida transcrição:

RAUL CORRÊA DA SILVA

“Eu acho que foi um equívoco (do Emerson Piovesan)… prefiro entender que foi um equívoco… me parece que o Emerson é corinthiano, tudo… talvez um equívoco dele…”

“Eu já respondi hoje para o Conselho… e bola pra frente…”

“Eu fiz uma resposta técnica, porque não cabe discutir muito em relação a isso… só não pode é falar bobagem, né ?”

SOMBRA (ESTÁDIO 97)

“Raul… a tua primeira frase foi impactante, você falou assim: “O Emerson (Piovesan) é leigo…”

“Para o corinthiano, de uma forma geral, parece assim: “pô, está no financeiro uma pessoa que não entende  ?”

RAUL CORRÊA DA SILVA

“Aí eu não sou Presidente do clube…”

“Eu estou falando que ele não é contador… ele não tem nenhum conhecimento contábil…

SOMBRA

“Mas será que ele não emitiu opinião com aval de algum contador… de pessoas de entendimento ?

RAUL CORRÊA DA SILVA

“Ah! Não sei…. precisa falar com ele, né ? Não faço idéia…”

Abaixo a resposta enviada por RAUL CORRÊA DA SILVA ao Conselho Deliberativo do Corinthians, em que afiança seus procedimentos nas empresas que auditaram as contas do clube, ocultando, porém, que o proprietário da RSM Fontes Auditores, que teve registro temporariamente cassado, pelo CVM, em 2011 (por desvios de conduta) foi seu funcionário na BDO/RCS:

resposta-raul-ao-cd

Nos links abaixo provas da relação comercial entre Raul Corrêa da Silva e a RSM FONTES AUDITORES:

Contas do Corinthians foram, novamente, auditadas por “parceiro” do Diretor Financeiro

Os auditores das contas do Corinthians nas gestões Sanches e Gobbi. As “manipulações” de Raul Corrêa da Silva

Auditor que assinou balanço do Corinthians teve registro cassado no CVM e tem histórico problemático na profissão

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.