Desgoverno do Corinthians coloca duas jogadoras de basquete em situação constrangedora

jogadoras-basquete-corinthians

Do DATABASKET

As jovens Maíra Horford e Vitória Marcelino, que defenderam o São José Basketball com destaque na última temporada, viveram uma situação bastante constrangedora. De acordo com as atletas, durante a disputa dos Jogos Abertos do Interior – 2016, as duas foram convidadas pelo técnico Antonio Carlos Vendramini e pelo coordenador e preparador físico Marcos Vinicius Strapasson para defender o Corinthians/Pague Menos/Americana na edição 2016/2017 da Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA). E, no início do último mês dezembro as jogadoras foram contatadas via telefone pelo técnico Vendramini, dizendo que estava tudo certo para que elas passassem a atuar pela citada equipe.

Com esse panorama, seguindo o relato das jovens, as duas viajaram no dia 04 de dezembro para a cidade de Americana (SP) e, já no dia seguinte, começaram a trabalhar junto ao elenco do Corinthians/Pague Menos/Americana, realizando os testes físicos e os treinamentos de quadra.

Segundo Maíra e Vitória, no entanto, depois de 38 dias treinando com a equipe, sob a orientação da comissão técnica, foram informadas pelo mesmo técnico Antonio Carlos Vendramini que não seria possível firmar contrato, já que o gestor da equipe, Ricardo Molina Dias, não havia autorizado estas contratações e que ele não queria trabalhar com 14 jogadoras, mas sim com as 12 atletas que já vinham integrando o elenco.

Vale ressaltar que Marcelino, cestinha da última edição do Paulista Feminino, e Horford, destaque também da competição estadual, afirmam terem sido convidadas por outras equipes, até com salários melhores do que havia sido firmado com o Corinthians/Pague Menos/Americana, mas a expectativa de defender uma equipe de camisa forte e com histórico recente de títulos acabou sendo determinante para que as duas jovens optassem pela agremiação de Americana.

Indignadas e bastante abaladas psicologicamente, Maíra Horford e Vitória Marcelino retornaram a Jacareí (SP), onde as suas famílias residem, sem a perspectiva de atuar por qualquer outro time nesta edição da LBF CAIXA.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.