Caso Drogba expõe “bobo da corte” no Corinthians

bobodacorte

Recentemente, o Blog do Paulinho, diante das evidências de que o departamento de futebol do Corinthians, de fato, está sendo conduzido pelo ex-presidente Andres Sanches, tratou o atual diretor de futebol, Flávio Adauto, como “Rainha da Inglaterra” no clube.

Erramos.

O “caso Drogba”, em que o jogador afirma desconhecer o interesse do Timão (com a confirmação do próprio dirigente alvinegro), mostra claramente como o episódio está de desdobrando: o empresário André Campoy (preposto de Andres Sanches), entrou em contato com Kia Joorabchian e, diante do aceno em ajudá-lo, vendeu o “sonho” à diretoria, garantindo, se tiver êxito, o comissionamento, para somente depois se aventurar na Europa para tentar convencer o atleta.

Esperto, vazou o interesse à mídia como forma de inflacionar o salário do jogador (pelo qual receberá seu percentual) e pressionar a torcida, que criticará a diretoria se o desfecho do negócio não acontecer.

Mais do que “Rainha”, Flavio Adauto, que permite essa chicana com as coisas do Corinthians, tem a postura de “Bobo da Corte” no comando do futebol alvinegro.

Se o citado dirigente tivesse mais apreço pelo Corinthians (e até pela própria honra) do que pelo cargo que ocupa, em vez de se apegar a desculpas, chutaria (no sentido figurado) Sanches e seus asseclas de seu departamento, evitando assim negociatas explícitas e sua própria, cada vez mais frequente, ridicularização.

Em tempo: sem coragem para agir como Diretor, Flávio Adauto limitou-se à  seguinte e esclarecedora declaração:

“Não mudou nada de ontem para hoje. Eu pergunto ao presidente, quem está lá falando por nós? Quem responde pelos valores que vi, discutimos? De onde vieram os valores? Acertamos os salários, as necessidades sem nenhum problema, mas o L’Equipe publica uma matéria dizendo que ele não tinha sido procurado. Criou-se um problema, mas não um atrito. Mesmo porque no marketing não tem ninguém, o Fernando Sales que assumiu (diretor) não participou de nada e quem estava lá não está mais. A coisa é confusa”

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.