Jornalismo anti-Millor

Censura em rede

Por ROQUE CITADINI

Dizem que Millor Fernandes afirmava que o “jornalismo é oposição, o resto é armazém de secos e molhados”. Essa regra não vale no jornalismo esportivo.

Aqui o normal é ser situação.

Alguém acha que o grande problema do Corinthians foi ter contratado o Cristóvão e não o Mano?

É claro que não.

Os problemas são maiores e mais complexos. E não começaram hoje.

A destruição das categorias de base com o abraço aos empresários e seus interesses; a gestão juvenil do estádio; a farra de contratações onde quem menos ganha é o clube; contratos e comissôes acima do mercado etc.

É claro que os problemas vêm de longe e hoje o grupo dirigente esgotou sua capacidade de responder às crises.

Mas, num jornalismo onde tudo é aplauso, não vale falar dos anos de erros.

Isso desvalorizaria seus rasgados elogios por esses anos todos.

A imprensa no esporte (na sua maioria) é o anti-Millor

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.