Chapecoense, Atlético Nacional e a RECOPA Sul-Americana

choro-chapecoense

De maneira absolutamente justa, a Conmebol oficializou, não por iniciativa própria, a Chapecoense como campeã da Copa Sul-Americana 2016.

Não fosse pela generosidade e solidariedade do Atlético Nacional, que seria o adversários dos brasileiros na final do torneio, mas abriu mão do título, em respeito à tragédia que vitimou os atletas brasileiros, nada disso teria acontecido.

Por consequencia (e ironia do destino), em 2017, a Chape, na condição de campeã da Sul-Americana, e o Nacional, vencedor da Libertadores, encontrar-se-ão noutra final, a da RECOPA Sul-Americana.

Não seria elogiável se os brasileiros repetissem o gesto de grandeza e abdicassem da disputa em favor dos colombianos ?

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.