Desembargador deverá pedir impeachment de Roberto Andrade no Corinthians

miguel marques

O desembargador Miguel Marques e Silva, conselheiro vitalício do Corinthians, deverá pedir, nos próximos dias, a instauração de processo de impeachment do presidente do clube, Roberto “da Nova” Andrade, em quem votou nas últimas eleições.

A informação repercutiu durante todo o dia de ontem, no Parque São Jorge.

À época do pleito, Miguel disse que votou em “da Nova” porque ambos eram amigos.

Paralelamente, outros conselheiros prometem denunciar o presidente alvinegro no MP-SP, por crime de falsidade ideológica, após a constatação de que teria ajudado a “montar”  reunião do Fundo que administra o estádio do Corinthians, dando aval a alterações contratuais lesivas ao clube.

Roberto assinou como presidente dias antes das eleições, quando, em tese, sequer teria certeza que assumiria o cargo.

O ex-presidente Mario Gobbi será também chamado para dar explicações.

EM TEMPO: o Dr. Miguel Marques entrou em contato com o blog e negou estar pensando em tomar tais medidas. Diz ainda estar buscando alternativa jurídica menos danosa ao clube… o blog escutou a informação de gente próxima ao desembargador. 

Para entender melhor o assunto, clique nos links disponibilizados logo abaixo:

Presidente do Corinthians fraudou ata de reunião da arena que favorecia Odebrecht

Golpe de Estádio no Corinthians pode resultar em impeachment de presidente e anulações de contratos

Email da BRL TRUST para o Corinthians entrega fraude e mentira de Roberto Andrade

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.