Advertisements
Anúncios

O Neymar de Tite

neymar-colombia-2

O Neymar de Tite, na Seleção Brasileira, é melhor que o do Barcelona, local em que ampliou sua fama, mas, até a temporada passada, se tanto, era menos importante do que Messi, Suarez e Iniesta.

Se o futebol e o talento são inquestionáveis, a postura mudou bastante.

E não estamos tratando do extra-campo, em que a necessidade de amadurecimento ainda é muito grande, mas do que tem se visto dentro das quatro linhas, em que Neymar, enfim, comporta-se com a liderança que dele sempre se esperou.

É verdade que Rogério Micale, ainda no time Olímpico, lhe proporcionou confiança, que, aliada à liberdade criativa concedida por Tite, começa a, tudo indica, transformar a carreira de um jogador inegavelmente diferenciado.

Saber que é melhor é bem diferente do que se comportar como tal.

Neymar, nos últimos dois jogos do Brasil, atuou, do meio para frente, como quis, onde quis, e encantou.

Tomara mantenha-se assim até 2018 (ou mais), ocasião em que tem tudo para ser protagonista de uma Seleção Brasileira recém saída do descrédito para a possibilidade de fazer história em gramados russos na próxima Copa do Mundo.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: