A WTORRE e a Lava-Jato

walter torre pt

A Polícia Federal, no âmbito da “Operação Lava-Jato”, afirma que a WTORRE recebeu R$ 18 milhões, em propina, para facilitar a vida dum cartel de construtoras em obra ligada a Petrobrás.

Ontem, o juíz Sergio Moro determinou a condução coercitiva de Walter Torre Junior, dono da incorporadora.

Os fatos narrados acima não surpreendem o leitor deste espaço.

Devem, porém, deixar em alerta os parceiros de negócios da WTORRE, principalmente o Palmeiras.

Desde antes da assinatura do contrato (absolutamente favorável à construtora) observamos a atuação de dirigentes palestrinos que poderiam, em tese, sugerir ações comparáveis às de pagamentos de vantagens indevidas.

Em exemplo, o então diretor de marketing do clube, que negociava ternos do acordo, acreditava-se, vestindo a camisa do Palmeiras, assim que o negócio foi sacramentado, pediu demissão e foi prontamente contratado pela WTORRE.

Mas os problemas da construtora, diversos, não param por ai.

Acusações de pagamentos indevidos a Antonio Palocci (PT) por supostas palestras nunca executadas (semelhante ao caso Lula), obras construídas sob o alicerce de condições financeiras inexplicáveis, liberações de construções suspeitas, muitos são os casos estranhos que cercam a conduta de Walter Torre, que chegou a processar este espaço por levantá-los, perdendo as ações após comprovarmos as afirmações.

Vale lembrar que antes de oferecer o projeto de estádio ao Palmeiras, Torre foi flagrado por este jornalista, dentro da sede da construtora, quando tentava convencer o Corinthians a abraçar seu projeto, recebendo o promotor Fernando Capez (que o investigava e era conselheiro do clube), além de Edgard Soares (ligado ao PT), ambos acusados de receber vantagens para fornecer facilidades.

O primeiro no caso das merendas, o segundo como proprietário (oculto) do site “Futebol Interior”.

Certamente, nos próximos dias, sigilos de Walter e sua WTorre deverão estar à disposição da Polícia Federal, e podem revelar muito mais coisas do que inicialmente está sendo procurado, restando ao Palmeiras, como interessado, acompanhar de perto para evidenciar, talvez, desvios de conduta ou procedimentos de gente do clube que pode ter se beneficiado de práticas agora escancaradas da construtora.

EM TEMPO: A WTORRE perdeu novo recurso para o blog, ontem, após o TJ-SP rejeitar embargos de declaração, encerrando a questão.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.