copa america

Definidos os emparelhamentos da quartas de final da Copa América, espera-se, daqui por diante, jogos mais emocionantes, já que, tecnicamente, pelo que se viu, somente a Argentina poderá apresentar algo relevante.

O Brasil, se tivesse Neymar, seria muito favorito contra o Paraguai, mas agora, após a suspensão, dependerá de um dia extraordinário de um ou outro mediano atleta, ainda assim, desde que estes sejam Robinho, Phillipe Coutinho e Willian.

Do restante, apenas não errar já ajudará.

Argentina e Colômbia tem tudo para ser o melhor jogo do torneio, mais porque Messi, Di Maria, Tevez (se o treinador deixar), Falcão Garcia e James Rodriguez estarão em campo do que, propriamente, pelo conjunto das equipes.

Desnecessário dizer que os favoritos sempre serão aqueles que o melhor jogador do mundo estiver defendendo.

Chile e Uruguai pode ser interessante, aguerrido, mas não muito mais do que isso.

O time da casa deve vencer.

Por fim, a grande surpresa será se o torcedor conseguir manter a atenção (sem cochilar) no desesperador embate entre Bolívia e Perú, em que qualquer resultado é esperado, desacompanhado de uma boa partida de futebol.

Facebook Comments
Advertisements