Justiça indica perito no processo em que Carla Dualib cobra R$ 14,4 milhões do Corinthians

carladualib

Em reviravolta processual, Carla Dualib, neta do ex-presidente do Corinthians, Alberto Dualib, por intermédio da empresa SMA, conseguiu reabrir o processo pelo qual cobra R$ 14,4 milhões do Timão, entre indenizações e comissões supostamente devidas.

A Justiça, em primeira instância, havia decidido pela prescrição.

O clube tentou se livrar da ação denunciando Dualib (o ex-presidente), mas o pedido foi indeferido:

“Inconsistente a pretensão do réu ao denunciar à lide o senhor Alberto Dualib, na medida em que se mostra defeso a inserção de fundamento novo na lide em testilha, já que seria necessário, no caso de procedência da ação, demonstrar a infração que aquele cometeu quando presidente do Corinthians, usurpando de suas funções e cometendo grave prejuízo ao patrimônio do demandado. Como tal debate não está inserido nos liames estabelecidos nesta ação, a meu aviso, não é o caso de deferimento da denunciação à lide, eis que não configurada a hipótese prevista no artigo 70, inciso III, do Código de Processo Civil”

Ontem, o juiz Marcello do Amaral Perino, da 42ª Vara Civil, decidiu pela produção de prova pericial para comprovação de “existência de valores não pagos, cumprimento correto do contrato e pertinência da indenização pretendida em virtude da exclusividade contratual.”

Foi nomeada a perita Dra. Adriana Lucena, que, em cinco dias, estipulará os honorários do trabalho, com prazo, depois, de mais 30 dias para apresentar o laudo pericial, partindo-se, então, para a conclusão do embate.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.